CONTATOS

domingo, 17 de julho de 2011

DEUS DO IMPOSSÍVEL... ESSE É O NOSSO DEUS!

HÁ COISA DEMASIADAMENTE DIFÍCIL PARA O NOSSO DEUS?
 (Gênesis 18:13-14) 

Essa é uma pergunta que ecoa desde o Velho Testamento e que no decorrer da história dos homens Deus tem respondido, em cada ação sua, em cada milagre, em cada gesto de amor do Pai. Não há coisas impossíveis para Deus! Nossos desafios tem sempre o ropósito da manifestação do poder de deus em nossas vidas.
E o que cabe a nós? Simplesmente não desanimar e ter fé nEle.
O profeta Jeremias, observando atentamente a criação expressa:  “Ah! Senhor Deus, eis que fizeste os céus e a terra com o teu grande poder e com o teu braço estendido; coisa alguma te é demasiadamente maravilhosa” (Jeremias 32:17).O Deus que criou tudo tem a seu favor suas próprias obras como testemunho do seu poder... o que não poderá realizar? Não há limites para o poder gerador de Deus.
Na Biblia  temos vários exemplos de pessoas que viram o impossível só por crerem em Deus:
  • O menino Davi derrotou o gigante  Golias, por sua fé e confiança em Deus (1 Samuel 17:36-37,45-47).
  • Gideão venceu os midianitas porque acreditou nas promessas de Deus e que o próprio que Deus estava com ele (Juízes 6 e 7). Com apenas 300 homens, ele venceu 135.000 midianitas e livrou o povo de Israel da opressão deste adversário.
  • Pela fé, Josué tomou a cidade fortificada  de Jericó (Josué 6). As muralhas caíram, não pela força militar, mas pela fé em Deus. 
  • Abias derrotou Jeroboão, porque Deus estava com ele (2 Crônicas 13). Mesmo tendo uma grande desvantagem em número de soldados, Abias confiou em Deus e venceu.. 
  • Abraão acreditou no poder de Deus e ofereceu Isaque (Gênesis 22; Hebreus 11:17-19). Contra qualquer lógica humana, Abraão foi obediente e levou o filho da promessa para sacrificá-lo. Nunca tinha visto nenhuma ressurreição, mas acreditou que Deus, o Todo-Poderoso, traria o filho de volta.
  • Sadraque, Mesaque e Abede-Nego confiaram em Deus quando foram lançados na fornalha (Daniel 3:16-18). A atitude deles é um excelente exemplo. Independente da resposta de Deus, salvando suas vidas ou não, ele continuaria sendo Deus! Precisamos da mesma atitude quando oramos a Deus hoje.
  • O centurião acreditou no poder da palavra de Jesus (Lucas 7:7-9). Jesus não precisava chegar ao local e tocar no rapaz. A palavra, mesmo falando de um lugar distante, seria suficiente para curá-lo.
    Há coisa difícil demais para Deus? Não! 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário