CONTATOS

quinta-feira, 16 de junho de 2011

O AMOR ESTÁ NO AR....

AS CINCO LINGUAGENS DO AMOR
 
  1 CORINTIOS 13
 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
2.Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei.
3.Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado se não tiver amor, nada disso me valerá.
4.O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
5.Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
6.O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
7.Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8.O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.
9.Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos;
10.quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
11.Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
12.Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
13.Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor
 
 
 O AMOR E SUAS LINGUAGENS 

O amor é uma necessidade do ser humano. Deus nos fez a sua semelhança e “Deus É amor”.
Cada ser humano nasce com uma forma de identificar, dar e receber amor. A isso chamaremos "linguagem" e às diferentes formas de expressá-la de "dialetos".
O amor as vezes não é entendido -  Tentar expressar amor em sua própria linguagem à alguém que possui outra é o mesmo que fazer uma declaração em hebraico pra alguém que só fala alemão!
ÒComo a Bíblia descreve o amor? A Bíblia diz em 1 Coríntios 13:4-7 “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”
Deus é amor  e  nossos motivos todos devem estar baseados em amor;
Paulo diz que nada nos pode separar do amor de Deus. A Bíblia diz em Romanos 8:38-39 “Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”
O amor de Deus é um amor de sacrifício. A Bíblia diz em João 3:16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
O amor de Deus dura para sempre. A Bíblia diz em Salmos 136:1 “Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.”
A Bíblia diz que devemos amar-nos uns aos outros. A Bíblia diz em 1 João 2:7-8 “Amados, ...um novo mandamento  vos escrevo: que vos ameis uns aos outros...
O amor não é só para amigos. A Bíblia diz em Mateus 5:43, 44 “Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem.”
O amor é o resumo da lei de Deus. A Bíblia diz em Mateus 22:37-40
Podemos mostrar o nosso amor a Deus guardando os Seus mandamentos. A Bíblia diz em 1 João 5:3 “Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são penosos.”
O amor é cultivado, nutrido, incentivado... 
É mais que um sentimento é uma escolha,
uma decisão., que se traduz em ações. 
Apocalipse 2:4-5 “Tenho, porém, contra ti que
deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te...”

PRIMEIRA LINGUAGEM DO AMOR:
PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO
 
Elogios  verbais e palavras de apreciação são poderosos comunicadores do amor. São os melhores comunicados em forma de expressão direta e simples, como: “Você ficou tão elegante com esse terno”; “Você está muito bem com esse vestido”; “Ninguém faz essas batatas melhor que você”. Não use de bajulação para conseguir o que deseja com a outra pessoa. O objetivo do amor não é obter o que se quer, mas fazer algo pelo bem-estar daquele a quem se ama. É verdade, porém, que ao recebermos palavras elogiosas, de afirmação, tornamo-nos mais motivados a sermos recíprocos.
Além de elogios verbais, outra maneira de expressar palavras de afirmação é com palavras encorajadoras. Em determinadas fases da vida todos nós nos sentimos inseguros. Não possuímos a coragem necessária, e esse medo impede-nos de realizarmos certos atos positivos que gostaríamos de concretizar. O potencial está lá, no interior da pessoa precisando apenas de suas palavras de encorajamento.
 Encorajamento requer empatia que nos leva a enxergar o mundo segundo a perspectiva da outra pessoa. Devemos, em primeiro lugar, procurar saber o que é importante para ele(a).  Se desejamos desenvolver um relacionamento precisamos saber quais são os desejos da pessoa amada. Se queremos amar um ao outro, precisamos saber como fazê-lo.
 A melhor coisa que podemos fazer com os fracassos do passado é torná-los em simples história. Sim, eles ocorreram, e machucaram. E talvez ainda magoem, mas ele reconheceu seu erro e pediu o seu perdão.
 O perdão não é um sentimento, mas um compromisso. É a opção de se mostrar misericórdia e não de se jogar a ofensa no rosto do ofensor. Perdão é uma expressão de amor.
 Palavras humildes: quando alguém faz um pedido ao outro, afirma as habilidades do outro. Faz entender que ele possui, ou pode fazer algo, que é significativo ou valioso. No entanto, quando dá ordens, torna-se um tirano, com isso não conseguirá respeito mas as pessoas se sentirão diminuídas.
 
  SEGUNDA LINGUAGEM DO AMOR:
QUALIDADE DE TEMPO
 
Ter um tempo de qualidade com as outras pessoas. Proporcionar momentos em que os outros tenham o  alvo da sua atenção. Realize algumas atividades juntos. Qualidade de tempo significa dedicar a alguém sua atenção,. O aspecto central da qualidade de tempo é estar juntos. Não quero dizer simples proximidade. Duas pessoas sentadas em uma mesma sala estão próximas, mas não necessariamente juntas. O estar junto tem a ver com o focalizar a atenção.
Uma conversa de qualidade envolve disposição para ouvir e aconselhar, jamais de forma arrogante.
Dicas para uma conversa de qualidade:
- procure olhar nos olhos (ajuda a não divagar e comunica atenção);
- não faça outra coisa enquanto ouve;
- escute o “sentimento”. Pergunte-se o tipo de emoção que a pessoa sente no momento. Certifique-se de que seu pensamento está correto;
- observe a linguagem corporal. Punhos cerrados, mãos trêmulas, lágrimas, cenho franzido indicam o sentimento;
-recuse interrupções. Se eu lhe dedicar minha total atenção enquanto você fala, evitarei defender-me a fim de fazer-lhe acusações. Meu objetivo é perceber seus sentimentos e pensamentos. O alvo não é auto defender-me ou permitir que você ganhe uma discussão. A intenção é compreender o outro.
Atividades  de qualidade: um dos pontos positivos das atividades de qualidade
é que elas possibilitam o armazenamento de um banco de memórias ao qual
podemos nos reportar pelos anos futuros. Essas são memórias de amor,
especialmente para aquelas pessoas cuja primeira linguagem for qualidade de
tempo.

TERCEIRA LINGUAGEM DO AMOR:
RECEBER PRESENTES
 
Antes de comprarmos um presente para alguém, pensamos naquela pessoa. O objeto em si é um símbolo daquele pensamento. Não importa se foi caro ou barato.
Símbolos visuais do amor são mais importantes para uns do que para outros. Por esse motivo, existem os que, após se casarem, nunca mais tiram a aliança porém, também há alguns que nem chegam a usá-la. Essa é uma evidência de que as pessoas possuem linguagens do amor diferentes.
Quem tem essa linguagem vive grandes emoções ao receber presentes. Vê neles expressões de amor. 
Sem lembranças como símbolos visuais, o amor do cônjuge poderá até ser questionado.
Se a primeira linguagem de seu cônjuge for “receber presentes”, você deve se tornar um expert nessa área.  Não espere uma ocasião especial.
Se a pessoa for muito crítica em relação aos presentes
que recebeu no passado, então essa é uma grande dica
de que receber presentes não é a primeira linguagem do amor
dessa pessoa.
A presença do cônjuge, em tempos de crise, é o maior 
presente que se pode dar a alguém cuja primeira linguagem do
amor seja receber presentes.
  QUARTA LINGUAGEM DO AMOR: FORMAS DE SERVIR
 
É fazer aquilo que você sabe que aquela pessoa gostaria que você fizesse. É procurar agradar realizando coisas que ele(a) aprecia, expressando amor através de diversas formas de servir.
Jesus Cristo deu uma ilustração simples, porém profunda, ao expressar amor através de uma forma de serviço quando lavou os pés dos discípulos.
Sabe aquelas pessoas que se empenham em fazer tudo para agradar? Que chegam a sua casa e lavam a louça, se alegram em ajudar a arrumar o armário e sempre estão prontas a oferecer aquela mãozinha? Essas são as pessoas que têm como primeira linguagem de amor atos de serviço. Ou seja, para elas, o amor está relacionado ao fazer. Há outro bom exemplo sobre isso na Bíblia: Marta, irmã de Maria e Lázaro. Ao saber que Jesus se aproximava, ela sempre se preparava para servi-lo. Fazia comida, organizava a casa e estava sempre envolvida com alguma atividade. Essa é uma linguagem muito bonita, porém é preciso compreender que as pessoas devem amar e ser amadas não pelo que elas fazem, mas sim por quem elas são.
 

QUINTA LINGUAGEM DO AMOR: TOQUE FÍSICO  

O toque físico é importante para o  desenvolvimento psíquico das pessoas: dar as mãos, um abraço, um beijo, faz muita diferença pra algumas pessoas.
Não insista em tocar de seu jeito e em seu tempo. Aprenda a falar o dialeto do outro, pois alguns toques podem ser considerados desconfortáveis ou irritantes. Não caia no erro de achar que o que lhe  agrada vai ser bom pra outra pessoa.
Toques  afetuosos serão lembrados muito tempo ainda após as dificuldades tereM passado. Porém, a ausência de seu toque talvez jamais seja esquecida.
 
Se não recebemos amor como o compreendemos não significa que não somos amados;
As vezes somos amados da melhor forma possível que a outra consegue, precisamos compreender uns aos outros;
ÒPALAVRAS DE AFIRMAÇÃO -
ÒFORMAS DE SERVIR
ÒTOQUE FÍSICO
ÒQUALIDADE DE TEMPO
ÒRECEBER PRESENTES
Ò
Em todo relacionamento precisamos investir estudo e energias;
Essas linguagens expressam o amor... Alguma pode ser mais forte em nós que as outras... Podendo ter significados diferentes.
Conseguiu identificar a sua principal linguagem? Conseguiu identificar à das pessoas que moram e convivem com você? Aprender a se conhecer e conhecer as pessoas é muito importante. É importante também você comunicar às pessoas como você gostaria de ser amado, qual a sua primeira linguagem, aquilo que o faz se sentir único. Para isso é importante desenvolver também a comunicação com a sua família.
Pense nisso e comece hoje mesmo a amar seus familiares da forma como eles se sentem amados!

O IMPORTANTE É OBEDECER A DEUS DA MELHOR FORMA POSSÍVEL: “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS....”

E NUNCA ESQUEÇA: DEUS TE AMOU PRIMEIRO... ELE TE CONHECE  E VAI TE AJUDAR A AMAR

 
 
BIBLIOGRAFIA 
- As Cinco Linguagens do Amor. Autor: Gary Chapman – Editora Mundo Cristão
- As Cinco Linguagens do Amor para Adolescentes. Autor: Gary Chapman – Editora Mundo Cristão
- Edificando um novo lar: Autores: Iara Diniz de Paula e Ciro Diniz de Paula – Editora Diante do Trono

Nenhum comentário:

Postar um comentário